Connect with us

O que você está procurando?

Doenças

Herpes zoster: entenda a internação de Fernanda Keulla

A apresentadora e ex-BBB atrelou a ansiedade, estresse e baixa imunidade com o aparecimento da doença. Entenda o que é a herpes zoster

Herpes zoster: entenda a internação de Fernanda Keulla
Herpes zoster: entenda a internação de Fernanda Keulla - Reprodução Instagram / @fernandakeulla
[PAGE TITLE]

Fernanda Keulla contou através do seu Instagram que foi internada com herpes zoster. De acordo com a apresentadora, ela está hospitalizada desde semana passada para controlar a dor causada pela doença. Leia trecho do pronunciamento da ex-BBB:

“Pra quem não sabe, assim como eu não sabia, vale o alerta: a herpes zoster é causada pela reativação do vírus da varicela no organismo. A varicela é o vírus da catapora (que eu peguei na infância) que fica incubado no nervo. Devido a uma baixa imunidade do meu organismo, ansiedade, stress, o vírus da varicela foi reativado, me causando fortes dores (insuportáveis) e bolhinhas na pele”.

O vírus

Advertisement. Scroll to continue reading.

O vírus da herpes-zoster pode causar diferentes doenças e condições nas pessoas que ele infecta. Recentemente, o cantor Justin Bieber publicou um vídeo em suas redes sociais onde aparece com metade do rosto paralisado. Na época, ele afirmou estar com a síndrome Ramsay Hunt, também causada pelo herpes-zoster.

O microrganismo, no entanto, também é responsável pelo desenvolvimento de problemas mais comuns, como a catapora, por exemplo. Além disso, ele costuma alcançar a pele e gânglios sensoriais, provocando lesões, bolhas e dor.

“A dor persiste por muitas semanas e até meses, condição chamada nevralgia pós-herpética, e envolve uma recuperação desgastante com uso de medicamentos analgésicos potentes. A doença também pode provocar outras complicações mais raras, como afecções oculares – ceratite e uveíte, por exemplo, além de outras sequelas permanentes – e paralisia facial temporária, caso as lesões apareçam no rosto”, explica a Dr. Fernanda Buonfiglio, médica da família formada pela Faculdade de Medicina do ABC.

Advertisement. Scroll to continue reading.

De acordo com um estudo da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), o número de infecções por herpes-zoster cresceu após o início da pandemia no Brasil. Conforme os pesquisadores, as alterações de humor e de hábitos alimentares provocadas pelo isolamento foram os possíveis estímulos para o aumento de casos.

A Dra. Buonfiglio explica que existem várias condições que estão associadas ao aparecimento da herpes-zoster. “Pessoas com baixa imunidade, câncer, trauma local, cirurgias da coluna, sinusite frontal, e outras enfermidades têm mais probabilidade de se infectar com o vírus. Ele acomete, principalmente, indivíduos acima dos 50 anos, especialmente idosos, que apresentam imunidade diminuída ao longo dos anos”, afirma.

Vacina para a herpes-zoster

Advertisement. Scroll to continue reading.

Um imunizante com 97% de eficácia contra a herpes-zoster foi aprovado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e já está sendo aplicado no Brasil. A dermatologista Dra. Adriana Vilarinho, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), revela que a proteção da vacina, chamada Shingrix, é de cerca de 10 anos.

Entretanto, o imunizante, que é da farmacêutica GSK, tem o preço elevado. Ele deve ser aplicado em duas doses, e o preço por injeção é R$ 843 (R$ 1.686 ao todo), o que pode variar de acordo com os impostos de cada região.

Advertisement. Scroll to continue reading.
Advertisement

Você também vai gostar

Insônia

Aprenda como os seus hábitos podem interferir diretamente durante no descanso

Emagrecer

Nutricionista revela pequenos segredos que vão deixar a sua dieta mais saborosa

Alimentação

Conheça os benefícios que a bebida pode oferecer para o seu bem-estar

Saúde Mental

Descubras os sintomas e o tratamento da "doença da falta de afeto"